Os rails são muito importantes na escolha da tua prancha de surf mas muitas vezes as pessoas não dão atenção, talvez o aspecto da prancha que mais afecta a maneira como surfas. O rail é o que liga a prancha á onda, o seu formato e volume pode facilitar o controlo, manobrabilidade, power e velocidade.

O volume do rail, deverá deixar o surfista cravar o rail na parede da onda quando ele pretender iniciar uma manobra suportando a sua deslocação dinâmica.

Foto de Boardcave.com

Hard Rails – Tem arestas. Normalmente encontra-se em pranchas de alta performance.

Soft Rails – É redondo sem arestas. Comum em longboards e nas FunBoards ou SummerBoards.

O rail ainda pode ser de forma mais afunilada o que facilita o surf rail-to-rail mas que ao mesmo tempo perdoa menos os erros.

Foto de Boardcave.com

Round/Boxy/Full Rail: É como um semi-circulo,

Down Rail: Um rail que acaba com uma aresta no bottom da prancha.

Rolled Rail: Rail que enrola sobre o bottom da prancha.

Egg Rail: Parecido com o Rolled Rail mas com um formato mais similar ao ovo.

50/50, 60/40 e 80/20: Que apresentam diferentes proporções de rail entre o inicio(top) ao final (bottom).

Espero que este artigo ajude a tirar as muitas duvidas existentes em relação ao funcionamento de cada tipo de rail.

Segue-me e mete o teu "like":
Tags: , , , , , , , , , ,